7.8.08

Acabando com a confusão. O que é pecado e iniquidade?

A definição de pecado está em I João 3 vs 4 e diz:


Todo aquele que comete pecado transgride a Lei;  de fato o pecado é a transgressão da Lei.(Torah)


Não poderia ser mais claro esse versículo, além do mais ele se compõe claramente com as demais referências dadas acima.


Minha experiência ao comprar uma bíblia é que devemos sempre abrir a mesma em I João 3 vs. 4 , se ela não contiver uma definição clara de pecado ela não será segura para outros assuntos. 


http://br.geocities.com/vozdovelho/estudos/bibliaconfiavel/bibliaconfiavel.htm


Versão: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada


1 João 3:4 - Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei.


Edição contemporânea (usada na Bíblia Thompson) que também está igual na King James e na Casiodoro de Reina (1960) e em muitas do João Ferreira de Almeida. "Todo aquele que comete pecado, transgride a lei, pois o pecado é a transgressão da lei"


É incrível o esforço dos tradutores cristãos para justificarem sua doutrina da anulação da Torah. Chegam até mesmo a adulterar o sentido das escrituras !!! Vejam o que diz o texto das traduções mais comuns em I Jo 3.4:


"Qualquer que comete pecado transgride a lei; de fato o pecado é a transgressão da lei


Esse texto é a tradução mais fiel, porém, existe uma versão das escrituras chamada "Almeida Corrida e Fiel aos Textos Originais" ou simplesmente ACF. Qualquer pessoa de coração sincero e que busca a verdade, vai preferir essa versão às outras, porque teria, supostamente, o sentido mais correto das escrituras. Será mesmo ? Vejamos o que diz essa versão:


"Qualquer que comete pecado, também comete iniqüidade; porque o pecado é iniqüidade"


Segundo essa versão, aquele que peca comete iniqüidade, mas e daí ? Tem alguma novidade nisso ? Pecado e iniqüidade são praticamente sinônimos, e dessa forma o texto ficou mais do que vago. O que diz o texto grego de onde essa aberração foi traduzida ?


πας ο ποιων την αμαρτιαν και την ανομιαν ποιει και η αμαρτια εστιν η ανομια


pas ho poion ten amartian kai ten anomian poiei kai he amartia estin he anomia


O que significa "anomia" na bíblia ? Se "nomos" significa "lei", então "anomia" significa estar fora da lei, estar contra a lei, estar contra a Torah e não simplesmente estar em iniqüidade.


O verso que mais nos explica o que é pecado acaba se tornando um texto totalmente inútil do ponto de vista doutrinário simplesmente porque aqueles que pregam contra a observância da Torah traduziram com "iniqüidade", ou seja, com falta de "eqüidade", com falta de justiça. Falta de justiça porque traduziram conforme eles pregam, não conforme as escrituras ensinam.


Outros tradutores que traduziram o verso para o hebraico, captaram perfeitamente o sentido da frase:


והחטא הוא פשע בתורה


"...e o pecado é a transgressão da Torah."


A ACF é fiel a quem ? Só se for ao Vaticano....


http://toratyeshua.blogspot.com/2008/05/almeida-corrigidae-fiel.html


Em Mateus 7:23 temos:


“Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade”


Mas deveria ser assim:


“Apartai-vos de mim, transgressores da lei.”


Grego Transliterado 


Mateus 7:23 kai tote omologêsô autois oti oudepote egnôn umas apochôreite ap emou oi ergazomenoi tên anomian 


Que equivale a I João 3:4:


“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei.” 


Versão: Original Hebreu/Grego Transliterado 


I João 3:4 pas o poiôn tên amartian kai tên anomian poiei kai ê amartia estin ê anomia


Ronaldo:
dcariri justificou esta tradução da seguinte forma:


Citação de: “dcariri”


...[no] texto grego “original”... estará... a palavra grega anomian. Pronto!!!! até aqui está tudo nos “conformes”, o problema é que cada linha de tradutores poderá traduzí­-la tanto como iniquidade como trangressão da lei, mas lembre-se: Anomia é a palavra no original.


O ponto é: Se você pegar um tradutor tradicional ele nunca irá colocar a expressão “ trangressão da lei” pois lhe é inconveniente , logo ele irá preferir inquidade, daí­ nós vemos na sua fonte Blue Letter que ele mostra que fora traduzida na maior parte como sendo iniquidade, mas lembre-se foi uma preferência do tradutor, pois no “original” contém a palavra anomian.


Agora na mesma fonte usada por você tem uma opção de uso pelo Léxico, é daí­ que sua fonte começa a endossar o que estamos afirmando e mostrando veja o uso do léxico: 


Em que na opção :
1. Without Law significa fora da lei.
2. Contempt and violation of law significa violação da lei. 


E só depois iniquidade.


Fora isso chaver, você usa um texto receptus que anteriormente já debatemos, é um texto como o nome já diz: recebido, é um texto que recebe textos de vários outros.


Como você se sente sabendo que seu texto é uma mistura de vários outros?


Sem contar que quando “juntamos” o texto grego com o texto em aramaico fica visí­vel essa questão, ou seja anomia primariamente é transgrressão da torah e só depois iniquidade, mas os tradutores romanos preferiram a segunda opção!!! Fazer o que né!


No século II a.C., Ptolomeu II Filadelfo (283-246 a.C.) desejava ter, na grande biblioteca que fundara em Alexandria, uma versão do hebraico para o grego dos livros sagrados dos judeus. A seu pedido, 72 homens, seis de cada uma das 12 tribos, foram enviados a Jerusalém para fazer a tradução (LXX), que foi realizada para a grande comunidade judaica daquela cidade. A partir dessa época, foi introduzido o termo grego nomos (lei), para trasladar tôrah, significando a lei como tal, o pentateuco, o Antigo Testamento completo, o decálogo ou uma lei particular do pentateuco. Iniquidade é a tradução portuguesa de anomia = a + nomos. Dessa forma o verso abaixo também usa o termo anomia: 


"Pecado é a transgressão da Lei." (I João 3:4). 


Está traduzido de maneira correta. 


A TMN traduz Mateus 7:23 de maneira correta: 


"Contudo, eu lhes confessarei então: Nunca vos conheci! Afastai-vos de mim, vós obreiros do que é contra a lei. "


Iniquidade é no grego a mesma palavra anomian que se acha em 1 João 3:4 com o sentido de "transgressão da lei". Assim, segundo inúmeras traduções em português e internacionais, "pecado é a transgressão da lei-anomian". 


Prova disso é que os próprios "testemunhas de Jeová", INSUSPEITAMENTE traduziram, buscando seguir fielmente o original: "Afastai-vos de mim, os obreiros do que é contra a lei". 


A tradução deles, a Novo Mundo, nesse ponto é INSUSPEITA porque defendem a mesma errônea visão da teologia novidadeira do semi-antinomismo dianenhumista/diaqualquerista/tododiaísta. Eles não iriam fazer uma tradução para nos favorecer. . . 


Assim, não há saída, por mais sofismas que queiram levantar. Jesus estará dizendo: "Apartai-vos de Mim, vós os transgressores da lei".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Graça e Paz!!!